Fim de ano com fiscalização mais rigorosa nas estradas federais

Pesquisa mostra que 42% dos brasileiros trocariam o carro no final do ano
dezembro 23, 2011
Fundo de Trânsito destinará 18,5% dos recursos para reduzir acidentes
dezembro 25, 2011

 Chega o fim de ano e o aumento do fluxo de veículos nas estradas é inevitável. Para combater o número de acidentes, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) realiza a Operação Verão 2011/2012. A fiscalização intensificada nas rodovias iniciou dia 16 deste mês e se estende até o dia 20 de fevereiro.

 
O foco principal é flagrar embriaguez ao volante e excesso de velocidade, uma das principais causas de acidentes. Haverá também rigor na fiscalização do trânsito de motocicletas, em razão da gravidade dos acidentes envolvendo esses veículos.
 
Segundo o inspetor da PRF na região de Joinville, Everson Feuser, todo o efetivo está comprometido durante as operações. Em Guaramirim, por exemplo, no posto da BR-280, são 20 policiais, três viaturas, além do reforço do corpo de motociclistas da PRF de Florianópolis nos fins de semana, que também se estende para o Litoral. Para coibir as infrações de trânsito, haverá restrição nas estradas de veículos maiores em dias alternados. Caminhões Bitrem e Cegonha não poderão rodar na rodovia federal dia 25, das 16h às 22h, dia 30, das 6h às 12h e dia 1º das 16h às 22h.
 
Fluxo menor
 
A expectativa da PRF para as festas de fim de ano é de um movimento menor nas estradas, comparada com o ano passado, no mesmo período. “Isso ocorre uma vez que Natal e Ano Novo são datas que caíram no fim de semana. Muitas pessoas que não estão em férias, vão evitar viajar”, afirma o inspetor. Na região, a previsão é de 30 mil veículos por dia. No ano passado, o número ultrapassou os 35 mil. Mesmo assim, o congestionamento é inevitável na BR-280, entre a BR-101 (Araquari) e São Francisco, principalmente no 1º dia do ano. “Por isso, é importante que os motoristas escolham um horário alternativo. Fim da tarde de sexta-feira e domingo, são os momentos de maior movimento na rodovia”, enfatiza Feuser. Outro conselho é ter paciência nas estradas. É importante levar água no veículo para enfrentar a fila, verificar combustível e claro, ter muita atenção no trânsito.
 
Dados
 
Na Operação Fim de Ano anterior, realizada de 17 de dezembro de 2010 a 2 de janeiro de 2011, a PRF contabilizou 1074 acidentes, com 577 feridos e 36 óbitos. Do total de mortes, 15 foram decorrentes de colisões frontais (41,66%) e nove de saídas de pista e capotamentos (25%).
 
Dicas importantes na hora de pegar a estrada
 
Planejamento da viagem
O motorista deve procurar se informar sobre as distâncias que vai percorrer, as condições do tempo na sua rota, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada;
 
Veículo em dia
A checagem das condições do automóvel é fundamental, mesmo quando as distâncias percorridas são pequenas. Faróis conferidos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia;
 
Pausas para descanso
O condutor deve programar paradas a cada três horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora;
 
Previsão do tempo
Procurar se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar.
 
Atenção redobrada
Observar as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem. Tais placas não foram colocadas naquele ponto da estrada sem motivo. Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer a sinalização local.
 
Crianças
O uso de cadeirinhas ou assentos infantis é obrigatório para crianças menores de dez anos. As crianças devem viajar apenas no banco de trás. Se a viagem for longa, faça paradas para descanso.
 
Documentos
Nada pior do que ser parado no posto policial e descobrir que esqueceu os documentos em casa. Tenha sempre RG, Carteira de Habilitação e o documento do carro à mão.
 
Extintor de incêndio
Certifique que o extintor de incêndio esteja dentro da validade. Leia as instruções de uso para saber o que fazer se precisar usá-lo.
 
Imprudência
Os atos de imprudência são os maiores responsáveis pelos acidentes nas estradas. Respeite a sinalização e as leis de trânsito.
 
Mantenha distância
Deixe o carro sempre com uma distância segura em relação ao veículo da frente. Manter uma velocidade compatível com o trânsito da rodovia também permite que o motorista enxergue a pista e consiga desviar de buracos sem precisar mudar bruscamente de trajetória.
 
Neblina
Se o seu carro não for equipado com faróis de neblina, acenda apenas os faróis baixos e as lanternas para poder ver e ser visto. Reduza a velocidade e use as setas indicando os movimentos que vai fazer. Procure sempre um ponto de apoio visual como a faixa central (amarela) e as faixas laterais (brancas). Se a estrada não tiver estas sinalizações, procure se guiar pelo acostamento. Se tiver de parar, procure um lugar seguro, pois não é recomendável ficar parado no acostamento.
 
Ouvidos atentos
Não viaje com som alto no carro e não dirija com fone de ouvido. Escutar o barulho do motor e os sinais sonoros da estrada é fundamental para uma viagem segura.
 
Velocidade
Respeite os limites de velocidade. Não vá muito rápido, mas também não precisa ir tão devagar. Pelo Código de Trânsito, o condutor não pode andar na faixa da esquerda 50% abaixo da velocidade limite.
 
Fonte: O Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *