Prefeitura de Florianópolis apreende 15 veículos que operavam pela Uber.

Violência no trânsito: Brasil tem 2,5 milhões de casos de invalidez permanente em sete anos.
setembro 28, 2016
Insatisfeitos com as tarifas, motoristas do Uber em Londrina param de rodar.
outubro 5, 2016

Desde que a Uber estreou em Florianópolis e região, a prefeitura da capital já apreendeu 15 carros nas ruas da cidadeConsiderados irregulares pela legislação municipal, já no primeiro dia de operações, seis carros foram retidos. No sábado, a outros sete veículos foram encaminhados ao pátio que possui convênio com a prefeitura Prefeitura. Ontem, a fiscalização apreendeu mais dois. 

Taxistas de Florianópolis veem a Uber com cautela e descrença
Uber em Florianópolis: Prefeitura considera o serviço "clandestino"

De acordo com o diretor de fiscalização da secretaria de Mobilidade Urbana de Florianópolis (SMU), Luiz Carlos Vieira, os veículos foram retidos e os motoristas precisaram assinar um termo de apreensão para regularizar a situação junto ao executivo. 

— Nos não estamos fazendo nenhuma operação especial, isso e fiscalização de rotina, tanto é que onde eles foram pegos são lugares onde nós temos fiscalização diária — explicou Luiz. 

Todos os automóveis foram recolhidos próximos ao Terminal Rodoviário Rita Maria e Aeroporto Hercílio Luz. Para recuperar o carro, o condutor do veículo poderá ter que desembolsar entre R$ 2 mil e R$ 3 mil em multas e taxas. 

Na sexta-feira, a empresa emitiu uma nota em que alava sobre os casos. Segundo o anúncio, "a Uber não concorda com apreensões porque o serviço prestado pelo motorista parceiro não só encontra respaldo na legislação Federal mas ainda na própria Constituição Federal". 

 

 

Fonte: Diário Catarinense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *